Governo confirma Edital Concurso PF 2018

Data: 02/03/2018 - 08:03 | Categoria: eventos | Visitas: 52
Governo confirma Edital Concurso PF 2018

Mais uma informação que confirma a realização do próximo concurso público da Polícia Federal em 2018 aconteceu neste início de ano.

O diretor da PF, Fernando Segóvia, concedeu uma entrevista no dia 18/01 para o canal de televisão Globo News, no programa da jornalista Mirian leitão, e durante a entrevista ele informou que já recebeu o aval do Governo para publicar o edital do concurso da Polícia Federal (Concurso PF 2018).

Antes disso, a informação da autorização para a realização do concurso PF em 2018 foi adiantada em nosso Twitter no dia 04/01. Alguns dias depois, no dia 09/01, a Fenapef, Federação Nacional dos Policiais Federais, entidade que representa os policiais, também anunciou a autorização do certame para 2018.

O Saga Policial também informou que a intenção seria a publicação do edital no máximo até setembro de 2018, antes das eleições, assim como ocorreu no concurso da PF em 2014. Os trâmites já estariam prontos, inclusive o pedido de dispensa da licitação para contratação da banca examinadora.

Os candidatos do Concurso PF 2018 possuem aproximadamente (apenas) 8 meses de estudos, no máximo!

A Fenapef também informou que foram autorizadas 600 vagas no total, distribuídas em 150 vagas para Agente de Polícia Federal, 300 para Escrivão de Polícia Federal, 100 para Perito Criminal Federal e 50 para Delegado de Polícia Federal, porém há pressão para o aumento desses números.

O diretor da Fenapef, Jones Borges Leal, mandou um recado aos candidatos que estudam para o concurso PF. “Precisamos receber candidatos vocacionados para a carreira policial e que desejam trazer ideias para pensarmos uma nova segurança pública e não apenas interessados no salário”, disse ao Saga Policial.

O atual presidente da Fenapef, Luís Antônio Boudens, também declarou que “com o orçamento e a autorização de gastos aprovados, o edital pode ser publicado a qualquer momento, só dependendo da resolução de trâmites burocráticos como definição de cronograma e seleção da banca organizadora”.

Novo cargo de nível médio

O Diretor Geral da PF, Fernando Segóvia, no dia 15/01, apresentou ao Governo Federal uma proposta para a segurança das fronteiras e o combate ao aumento dos índices de criminalidade registrados em 2017. O plano prevê a abertura de novos concursos públicos para a Polícia Federal e o aval do presidente Temer teria ocorrido neste encontro.

Além disso, haveria a proposta para criar na corporação um contingente de apoio. Esse grupo, formado por pessoas de nível médio, seria encarregado de realizar, entre outras tarefas, a segurança nas fronteiras. Porém, um possível concurso público para esta função só seria pensado após a criação do cargo.

Jones Borges Leal, que participa das negociações para a criação do novo cargo, disse que “é algo que será construindo por todas as entidades representativas dos policiais federais e a Direção Geral. Não vamos criar uma guarda fardada. Não é isso. Existe a possibilidade da criação de um cargo intermediário, mas isso não vai afetar outros cargos. Ainda teremos muitas reuniões”, informou ao site Saga Policial.

Sobre o Concurso PF 2018, de acordo com as reuniões ocorridas, Jones Leal disse acreditar que haverá os concursos programados independente da criação do novo cargo. “Eu creio que haverá os concursos programados, mas a PF deve, em breve, sofrer uma mudança drástica, que vai beneficiar os próprios policiais federais, a sociedade e a segurança pública brasileira”.

Ano Eleitoral

Ao contrário do que muita gente pensa, períodos de corrida eleitoral são bons para o universo dos concursos. O Executivo Federal gosta de promover concursos em anos de eleição, conforme mostram os números em outras eleições e em especial o concurso PF de 2014, cujo edital foi publicado um pouco antes do primeiro turno das eleições.

A particularidade do ano eleitoral é que se o concurso for homologado depois de julho, a nomeação dos aprovados só pode ser feita no ano seguinte, ou seja, em 2019.

Fonte: Saga Policial